Colegas de trabalho fazem 3.000 horas extras e doam a pai para cuidar de seu filho com leucemia

11:00

Pai e filho aproveitando o tempo juntos

Com tantas notícias ruins espalhadas pelas páginas da internet, fica difícil esperar uma boa ação ou generosidade da humanidade. Mas não há dúvidas de que o amor ao próximo ainda pode transformar o mundo. Quando vêmos uma atitude generosa não hesitamos em compartilhar em nossas redes sociais, e essa história que temos aqui hoje é algo para se compartilhar inúmeras vezes.

No final de Janeiro de 2017, na cidade de Fronhausen, na Alemanha, Andreas Graf, um pai de 36 anos, descobriu que seu filho Julius, de 3 anos, tinha leucemia. Pouco tempo depois da triste notícia, a esposa de Andreas morreu de doença cardíaca, deixando-o sozinho para cuidar de Julius. Ele não sabia o que fazer, não podia deixar o emprego pois precisava comprar os medicamentos para o tratamento da doença e também não podia deixar o filho sozinho. 

Pai e filho emocionados

Julius passou muitos meses no hospital e seu pai não conseguia ficar muito tempo com ele, porque trabalhava muito. Foi então que seus colegas de trabalho tomaram uma decisão que deixou Andreas em lágrimas.

Os 700 funcionários da empresa Seidel trabalharam e entregaram todas as suas horas extras para Andreas, assim ele poderia passar mais tempo com o filho, alguns funcionários chegaram a doar até 30h de trabalho. Ao todo, foram mais de 3.000 horas extras, o que equivale a um ano inteiro de trabalho. O diretor da empresa, Andreas Ritzenhoff, afirmou que sentia orgulho de sua equipe.

Assista ao vídeo na íntegra e emocione-se:

Agora, esse pai poderá cuidar do seu filho e acompanhá-lo em seu tratamento. Continuaremos na esperança de que tudo dê certo para essa família e que sirva de exemplo para que mais pessoas ajudem aqueles que precisam.


Fonte: Laowl




You Might Also Like

0 comentários

Frase do Dia

"Guarda-me, ó Deus,
porque em Ti
confio"