Livro: Extraordinário - R.J. PALACIO

11:31


"Não julgue
um livro menino
pela capa cara"

Muitas vezes nos pegamos olhando para alguém que é um pouco diferente do "normal". Isso acontece porque não estamos acostumados com o diferente. O diferente assusta muitas pessoas. Mesmo que falemos que não temos preconceito com ninguém, vamos confessar, infelizmente, quando vemos algo diferente, nós damos uma segunda olhada para nos certificarmos do que estamos vendo. Todo mundo já fez isso um dia. E para nós, isso pode até ser normal e não ter uma má intenção, mas como é para a pessoa que estamos olhando? Será que é ela que é diferente, ou é você? O que é ser diferente dos outros? Ou melhor, por que nós temos que achar diferente aquela pessoa que tem um pequeno problema no rosto ou em qualquer outra parte do corpo?


Extraordinário conta a história de August Pullman, o Auggie, um garoto que só deseja ser tão comum como qualquer outro. Esse desejo se dá pois ele nasceu com uma síndrome genética rara, na qual a sequela é uma deformidade facial, que lhe fez passar por várias cirurgias. Por conta da recuperação, ele nunca pode frequentar uma escola de verdade, mas isso muda quando a sua mãe, que lhe ensinava algumas coisas em casa, percebe que chegou a hora dele aprender coisas que ela não sabe e resolve colocá-lo na escola.

Sempre é muito difícil, para qualquer um, frequentar uma escola nova. Ainda mais com um rosto um pouco diferente. Auggie não queria ir de jeito nenhum, tinha muito medo do que as pessoas achariam dele. Ele tinha lábio leporino, os seus olhos ficavam bem abaixo do lugar normal, no lugar das bochechas, não tinha cílio e nem sobrancelhas, sua língua era grande para o tamanho da sua boca, o que causava um dificuldade na hora de se alimentar, suas orelhas não eram comuns, eram bem diferentes, e por achar tão feia, ele usava o cabelo maior que elas para escondê-las, tudo isso estaria bem pior se ele não tivesse passado por todas aquelas cirurgias.

Na escola, ele passa por grandes dificuldades e preconceito, como na vez em que todos os alunos inventaram uma "praga", ou seja, quem encostasse nele seria contaminado também. De inicio ele não fez muitos amigos e sentava-se sozinho, mas assim como na vida real, ainda há pessoas boas nesse mundo, e Auggie descobre isso pelo poder da amizade que foi construindo aos poucos. Auggie era um garoto muito inteligente e com um coração enorme e gentil, fato que contribuiu para conquistar todos à sua volta.



O livro é dividido em oito partes, todas narradas em primeira pessoa, contando o ponto de vista de cada personagem, principalmente o de Auggie. É um livro de leitura fácil, pois as palavras são bem simples. Em nenhum momento a autora trata Auggie como um coitadinho, para que tenhamos pena dele, muito pelo contrário, ela mostra todas as dificuldades e como ele foi corajoso para enfrentar cada uma delas. Com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, um impacto forte, comovente e extraordinariamente positivo, que toca todo tipo de leitor.

É aquele tipo de livro que nos faz pensar se somos realmente gratos ao que temos e ao que somos, não importa o jeito, todos somos estranhos e esquisitos de algum ângulo, o que importa é o que levamos no coração, pois através dele mostramos quem realmente somos, e sobre nossas diferenças? Agradecemos a elas também, pois são elas que nos tornam únicos e especiais. Espero que gostem do livro tanto quanto eu. Ótima leitura!

Beijinhos, Bia ! :)


You Might Also Like

0 comentários

Frase do Dia

"Guarda-me, ó Deus,
porque em Ti
confio"