Isso não tem lógica!

10:06


Cá estou eu, mais uma vez, pensando na capacidade da maioria das pessoas em fazer as coisas baseando-se na lógica que tem que dar a tudo. É muito impressionante o modo como estamos acostumados a fazer a mesma coisa sempre e se sentir satisfeito com isso. E eu venho hoje, aqui neste post te dizer que não, não tem lógica alguma ter lógica!
Hoje de manhã eu recebi o seguinte comentário: "Você está parecendo eu quando era criança e ia dançar quadrilha", tudo isso porque eu coloquei um vestido xadrez, uma meia calça preta - pois estava frio - e uma botinha cano baixo, sem salto, e ainda combinei com um casaco preto. Sinceramente, eu estava me sentindo linda, adorei me vestir assim. Então recebi esse comentário e fiquei pensando no motivo pelo qual as pessoas associam o xadrez à quadrilha. Tudo bem que é um traje típico das manifestações que acontecem em determinada parte do ano, mas eu não posso usar um vestido xadrez em outra época?


Você percebe o que estou dizendo? As pessoas ( não quero generalizar, então por favor entenda que estou falando da maioria), estão tão acostumadas a viver uma rotina, que ao se deparar com algo fora do que é "normal", elas se assustam, causa um certo "estranhismo". E eu não as culpo. É quase uma reação automática que nosso corpo tem quando vemos, sentimos, fazemos ou até mesmo pensamos em algo diferente da nossa realidade. O que acontece é que estamos tão acostumados com algumas coisas, que nosso corpo acaba se defendendo do que nos causa estranhamento.



Quando a rotina começa a fazer parte da nossa vida, nossa capacidade de criar fica limitada. Isso se deve ao fato de estarmos sujeitos a mesma coisa sempre. É quase uma geração inteira vivendo em modo automático: acordar, vestir roupas as de sempre, fazer o mesmo caminho, chegar ao trabalho/escola e voltar para casa. E isso não é saudável, porque o cérebro precisa de estímulo, precisa ter contato com coisas novas para funcionar direito. Quem disse que você não pode usar uma calça e um sapato amarelo com uma blusa azul? O que não tem sentido para os outros, pode ter total sentido para você. As pessoas sempre vão encontrar um motivo para te julgar e já que estamos sujeitos a isso, que julguem-nos pelo o que nos agrada mais. Não ligue para o que os outros pensam e faça o que der na telha, desde que isso lhe faça feliz.




Vivemos de acordo com o que a sociedade impõe, seguindo o modelo que as mídias publicam. Tamanho 36 é o ideal. Baixinhas não combinam com saia midi. Mulheres muito altas têm que usar sapato sem salto, ou com um salto muito pequeno. Por que você não corta seu cabelo? Ele está tão acabado. Olha essa base nova, dá pra esconder todas as imperfeições do rosto. Credo, você não usa maquiagem não? Tá parecendo um defunto. Você precisa aprender a cozinhar, quando você casar pensa que seu marido vai viver de água? Isso é cansativo, porque todo mundo fica alienado. Ah se as pessoas soubessem o quanto é mágico ser quem você é quando ninguém está olhando.
Esses dias, na minha faculdade, eu entrei numa sala de aula que estava toda coberta com plástico bolha e a aula seria assim. Você já se imaginou pisando em plástico bolha durante uma apresentação de trabalho semestral? Pois é, nem eu. Mas foi uma sensação tão maravilhosa, porque eu sai da minha rotina, aquilo conseguiu tirar o meu cansaço e abriu minha mente para terminar de escrever um texto que eu havia começado há duas semanas atrás. Um simples ato diferente já abriu novos caminhos para meu jeito de pensar. É isso que acontece quando você se autoriza a participar de experiências novas.



Gosto de comparar com a Alice. Ela tinha uma vida entediada seguindo regras, fazia tudo para obedecer seus pais e não ser a filha rebelde. Mas quando ela entra no país das Maravilhas tudo muda, tudo pode acontecer, até mesmo as coisas mais bizarras que você pode imaginar. Ali nada era estranho e tudo fazia sentido, pelo menos para ela, mas isso basta, porque na verdade o país das Maravilhas é o mundo que há dentro do pensamento de Alice, é tudo o que existe na imaginação dela. Tudo muito confuso, mas ali ela podia ser ela mesma.




Não me leve a mal, mas do que adianta viver uma vida inteira e não ter feito metade do que sentiu vontade? Muitas coisas não vão ter lógica. Na verdade, se formos olhar bem no fundo, nada tem lógica. E essa é a graça de viver. Esse choque que existe quando nos deparamos com algo diferente é saudável, pois abre novos horizontes nas nossas vidas. Nosso jeito de olhar o mundo se torna amplo e consequentemente nossa criatividade começa a florescer. Meu conselho para você é que mesmo que não faça parte da sua doutrina, sua vida, seus costumes, aceite conviver com diferentes tipos de pessoas, é um exercício para o cérebro, que está acostumado a trabalhar na mesma coisa todo dia. E cérebro saudável gera uma criatividade infinita!


Beijinhos, Bea <3


You Might Also Like

0 comentários

Frase do Dia

"Guarda-me, ó Deus,
porque em Ti
confio"